Restauro Rosengar EFS com motor Zundapp – 1ª Parte

Venho apresentar-vos o restauro da motorizada cá de casa.

Trata-se de uma Rosengar, vendida pelo armazém Sucena e Faria, sediado no Porto.

Foi comprada em 1966 pelo meu avô e usou-a durante muitos anos como transporte diário, até que, quando mudou de casa, a motorizada ficou na minha garagem, ”esquecida” mais de 15 anos.

Como tivemos pena dela, decidímos recuperá-la para dar umas voltas.

O estado da motorizada, após 15 anos parada na garagem

Depois de a transportarmos para casa do meu avô, local onde se desenrola a acção, demos-lhe um banho.

Depois do tão merecido banho

Curiosidade: Mesmo após 15 anos totalmente parada, foi só necessário colocar uma vela e gasolina, que ela pegou à primeira!

Mas devido aos muitos anos que esteve inactiva, foi necessário fazer-lhe algumas renovações. Renovações essas que consistiam em cabos de travões e de embraiagem, buzina e farol.

O farol antigo - vista frontal

O farol antigo - vista lateral

O farol antigo - vista traseira

Como se pode ver, estava em mau estado, e como era uma recuperação, decidimos comprar um novo, mas sem olhar para a origem.

Comprou-se um da marca Guia.

O farol novo - vista frontal

O farol novo - vista lateral

O farol novo - vista traseira

Tal como o farol, a buzina também foi trocada.

Buzina antiga - marca desconhecida

Buzina nova - marca C.E.V.

Aqui, umas fotos antes de colocar as peças novas.

Como alguns cromados já apresentavam ferrugem, decidimos tapar com fita isoladora branca, para ficar a combinar com o depósito, que também havia sido pintado de branco.

Nesta foto pode-se verificar que o farol e buzina antigos já haviam sido substituídos pelos respectivos itens novos. Pode também constatar-se que o depósito já estava pintado de branco e que as barras de protecção, assim como o guiador, já tinham a fita isoladora branca.

Pormenor do depósito pintado de branco

Pormenor do descanso central

Pormenor do descanso lateral

A motorizada assim andou durante alguns meses, até que o meu avô também lhe apanhou o gosto, e decidiu restaurá-la. Para acompanhar esse processo, visite a 2ª parte.

E para fechar este post, deixo aqui mais umas fotos.

Espero que tenham gostado. Aguardo por comentários e espero que contribuam também com o vosso restauro/recuperação/transformação.

Já sabem, para continuarem a ler e ver as fotografias do meu restauro, visitem a parte 2.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Rosengar EFS com as etiquetas , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

2 respostas a Restauro Rosengar EFS com motor Zundapp – 1ª Parte

  1. Reis diz:

    eu tenho uma sachs minor do meu avô , mas nem sei que faça com isto..disseram que eu gasto um dinheirão a reparar isto…nem sei que faça..mas essa motatá muito fixe..

    • Tiago Moreira diz:

      Boa noite, sr Reis
      Realmente fazer um restauro envolve bastante dinheiro, já para nao falar no esforço e dedicação 😉

      Obrigado pelo comentário.
      Grande abraço!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s